7 de nov de 2014

Hungria ordena que o FMI dos Rothschild desocupem o País: Agora a emissão de moeda é livre de dívidas!


Desde a década de 1930 na Alemanha um grande país europeu se atreveu a escapar das garras dos cartéis bancários internacionais controlados pelos Rothschild. Esta é uma notícia estupenda que deve incentivar os patriotas nacionalistas em todo o mundo para aumentar a luta pela liberdade da tirania financeira.
Já em 2011, o primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán prometeu servir à justiça em seus antecessores socialistas, que venderam as pessoas do país à escravidão por dívida interminável sob o chicote do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Estado terrorista de Israel. As administrações anteriores estavam cheias de israelenses em altos cargos, para a fúria das massas, que finalmente eleitos do partido Fidesz de Orban, em resposta.
De acordo com um relatório sobre o site em língua alemã “National Journal”, Orbán agora mudou para derrubar os usurários de seu trono. O popular, o primeiro-ministro nacionalista disse ao FMI que a Hungria não quer nem precisa de mais “ajuda” para esse proxy do Banco da Reserva Federal(FED) dos Rothschild. Os húngaros não serão mais obrigados a pagar juros usurários, para os banqueiros centrais irresponsáveis privados.
Em vez disso, o governo húngaro assumiu a soberania sobre a sua própria moeda e, agora, as questões da dívida dinheiro livre, como é necessário. Os resultados têm sido nada menos do que notável. A economia do país, anteriormente escalonamento sob endividamento profundo, se recuperou rápidamente e através de meios não visto desde a Alemanha nacional-socialista.
O Ministério da Economia húngaro anunciou que têm, graças a uma “política orçamental disciplinada”, reembolsado em 12 de agosto de 2013, a € 2.2B restante devido ao FMI e bem antes de março de 2014 data de vencimento. Orbán declarou: “A Hungria goza da confiança dos investidores”, pelo que não se entende o FMI, o Fed ou qualquer outro tentáculo do império financeiro Rothschild. Em vez disso, ele estava se referindo aos investidores que produzem algo na Hungria para os húngaros e causam verdadeiro crescimento econômico. Esta não é a “prosperidade de papel” de piratas plutocráticos, mas o tipo de produção que realmente emprega pessoas e melhora suas vidas.
Com a Hungria agora livre dos grilhões da servidão de escravos da dívida, não é de admirar que o presidente do banco central húngaro, operado pelo governo para o bem-estar público e não o enriquecimento privado, exigiu que o FMI fechasse seus escritórios no solo europeu. Além disso, o procurador geral do estado, ecoando os esforços da Islândia, trouxe acusações contra os três últimos primeiros-ministros anteriores por causa da quantidade da dívida criminosa em que mergulhou a nação.
O único passo restante, que iria destruir completamente o poder dos banksters na Hungria, é esse país implementar um sistema de troca de divisas, como existia na Alemanha so os nacional-socialistas e existe hoje no Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, ou BRICS, coalizão econômica internacional. E se os Estados Unidos seguirem o exemplo da Hungria, os americanos poderiam ser libertados da tirania dos usurários e também a esperança de um retorno à prosperidade pacífica.
Comentário do blog:
O sistema economico livre de juros usurários não é coisa nova, não foi invenção dos nacionais-socialistas da Alemanha e nem de Roosevelt nos EUA. Isto foi publicado pelo economista alemão Silvio Gesell em seu livro The Natural Economic Order(1916) download PDF.
Alguém poderá dizer que por ser alemão era nacional-socialista, não. Ele estava no outro bando, era integrante da República Soviética da Baviera, que durou dias, e escapou por um triz de ser fuzilado. Este foi o motivo de fugir para a Argentina. Este fato demonstra que teorias e práticas economicas não estão ligadas necessáriamente à ideologias.
Na Argentina existe inclusive uma cidade chamada “Villa Gesell“, surgida após seu filho Carlos Idaho Gesell adquir terras nos anos 30.
John Maynard Keynes nos anos 20 em seu trabalho “General Theory of Employment, 
Money and Interest“, livro VI, reconhece e rende tributo a Gesell.
É conveniente mencionar neste ponto, o estranho e indevidamente negligenciado profeta Silvio Gesell (1862-1930), cuja obra contém flashes de insight profundo e que apenas não conseguiu chegar até a essência da questão. Nos anos pós-guerra, seus devotos me bombardeado com cópias de suas obras, ainda, devido a alguns defeitos palpáveis ​​no argumento, não conseguiu descobrir totalmente o seu mérito. Como é frequentemente o caso com intuições imperfeitamente analisadas, seu significado só se tornou evidente depois de eu ter alcançado minhas próprias conclusões no meu próprio caminho.[...]
- John Maynard Keynes

O objetivo deste comentário não é discutir pensamento economico ou ideologias, mas mostrar que dentro do próprio universo teórico econômico existem autores que demonstram como uma nação pode ser refém dos banqueiros. O problema do mundo se resume a dívida e quem a controla são os Rothschild e toda a sua linhagem.
Um outro fato curioso é que pouquíssimos economistas ouviram falar de Silvio Gesell, o motivo é que dentro das Universidades de Economia não há espaço para teorias que contrariem os interesses da banca. Astutamente, os Rothschild vêm financiando Universidades há décadas com o propósito de criar líderes que irão ocupar postos elevados em governos para que cumpram a agenda usurária da família Rothschild.
Já que estamos tratando desta diabólica família, abaixo serão publicados mais trechos do livro “A Sinagoga de Satanás“(download) que demonstra como os Rothschild conseguiram dominar o mundo através da usura, das crises financeiras e guerras:

Ano 1871: Um general americano chamado Albert Pike, quem tinha sido direcionado para os Illuminati por GIUSEPPE MAZZINI, completa seu caminho militar para 3 guerras mundiais e várias revoluções através de todo o mundo, culminando em mover esta grande conspiração em um estágio final.
primeira guerra mundial era para ser lutada para os propósitos de destruir o Czar na Russia (pois eles apoiavam ABRAHAM LINCOLN), como prometido por Nathan Mayer Rothschild em 1815. O CZAR devia ser substituído com o COMUNISMO no qual é para ser usado de maneira a atacar religiões, predominantemente cristãs. As diferenças entre os impérios Britânicos e Alemão são para serem usadas para fomentar essa guerra.
segunda guerra mundial era para ser usada a formar a controvérsia entre facismo e sionismo político com o massacre dos judeus na Alemanha um eixo central para trazer ódio ao povo alemão. Isto foi desenhado para destruir o fascismo (o qual os próprios Rothschilds criaram) e aumentar o poder do sionismo político. Esta guerra é também desenhada para aumentar o poder do comunismo ao nível que se iguala ao cristianismo unido.
terceira guerra mundial era para produzir o ódio ao mundo muçulmano com propósitos de manobrar o mundo Islâmico e a política sionista um contra o outro. Enquanto isto está ocorrendo, as nações remanescentes deveriam ser forçadas a lutarem até a exaustão mental, física, espiritual e econômica.
Ano 1897: Os Rothschilds fundam o Congresso Sionista para promover o Sionismo (um movimento político com o único objetivo de mover todos os judeus para uma nação singular judaica) e arranjam o primeiro encontro em Munich. Contudo devido a extrema oposição dos Judeus locais, os quais estão felizes onde se encontram, este encontro muda-se para Basle, na Suíça e acontece em 29 de Agosto. O encontro é dirigido pelo judeu Ashkenazi Theodor Herzl, quem declarou em seus diários:
É essencial que o sofrimento dos Judeus…piore…isto irá ajudar na realização de nossos planos….eu tenho uma excelente idéia…eu deveria induzir anti-semitas para liquidar os bens dos judeus…Os anti-semitas iriam nos ajudar na parte que iriam fortalecer a perseguição e opressão aos Judeus. Os anti-semitas devem ser nossos melhores amigos.”
Herzl é subsequentemente eleito presidente da Organização Sionista, a qual adota o, “Hexagrama ou Sinal Vermelho de Rothschild”, como a bandeira sionista, a qual 51 anos depois viria a tornar-se a bandeira oficial de Israel.
Ano 1906: Os Rothschilds alegam que devido a crescente instabilidade na região e ao aumento da competição da Cia Standard Oil dos Rockefeller (a família Rockefeller é descendente dos Rothschilds por uma linhagem sanguínea feminina), é a razão por terem vendido sua Companhia de Petróleo do Mar Cáspio e Negro para a Royal Dutch Shell. Mais um exemplo dos Rothschilds tentando esconder suas verdadeiras fortunas.
Ano 1914: O começo da 1ª Guerra Mundial. Nesta guerra, os Rothschilds alemães emprestam dinheiro para os Alemães, e os Rothschilds Britânicos emprestam dinheiro para a Grã Bretanha, e os Rothschilds na França emprestam dinheiro para a França.
Adicionalmente, os Rothschilds tem o controle de 3 novas agências de notícias européias, Wolff (fundada em 1849) na Alemanha, Reuters (fundada em 1851) na Inglaterra e Havas (fundada em 1835) na França.
Os Rothschilds usam a Wolff para manipular o povo alemão em um fervor para a guerra. Neste tempo os Rothschilds já não eram mais reportados pela mídia, pois eles possuiam toda a mídia.
Ano 1919: O tratado de paz de Versailles é também usado como uma tentativa dos Rothschilds para organizar um governo mundial sob o pretexto de acabar com todas as guerras (as quais eles mesmos criaram). Isto foi chamado de, “A Liga das Nações”. Felizmente não houve países suficientes para aceitar o tratado e então brevemente morreu.
Ano 1921: Debaixo das ordens de Jacob Schiff, o CFR(Council on Foreign Relations) é fundado por Judeus Ashkenazim, Bernard Baruch e Coronel Edward Mandell House. Schiff deu suas ordens antes de sua morte em 1920, como ele sabia da necessidade de criar uma organização na América para selecionar políticos de modo a conduzirem a conspiração de Rothschild e a formação do CFR foi na verdade acordada em um encontro em 30 de Maio de 1919 no Hotel Majestic em Paris, França.
O quadro de membros do CFR no seu início foi aproximadamente 1000 pessoas nos EUA. Esta membresia incluiam os cabeças de virtualmente toda indústria na América, todos os banqueiros americanos e os cabeças de todas as organizações sem fins lucrativos. Em essência todas aquelas pessoas quem poderiam prover o capital requerido para qualquer um que desejasse concorrer ao Congresso, o senado ou à presidência.
O primeiro trabalho do CFR foi ganhar o controle da imprensa. Esta tarefa foi dada para John D. Rockefeller, quem criou várias revistas nacionais como Life e Time. Ele financiou Samuel Newhouse para comprar e fundar uma cadeia de jornais por todo o país, e Eugene Meyer também quem deveria seguir adiante para comprar muitas publicações tais como o Washington PostNewsweek e The Weekly Magazine.
O CFR também precisava controlar o rádio, televisão e a maioria da indústria do cinema. Esta tarefa foi dividida entre os banqueiros internacionais, como Kuhn Loeb,Goldman Sachs, os Warburgs e os Lehmanns.
Ano 1930: O primeiro Banco Mundial de Rothschild, o “Banco para Desenvolvimento Internacional (BID)”, é estabelecido em Basle, Suíça. O mesmo local como onde 33 anos antes o primeiro congresso sionista foi produzido.
Ano 1944: Em Breton Woods, New Hampshire, dois outros bancos mais dos Rothschilds foram criados. O FMI e o Banco Mundial.
Ano 1945: O final da 2a guerra mundial acontece. É noticiado que as plantas de I.G. Farben não foram alvos específicos nos bombardeios na Alemanha. Interessantemente ao final da guerra, eles descobriram que tiveram apenas 15% de danos.
Os tribunais mantiveram no final da 2ª guerra, a investigação dos crimes de guerra nazistas, censurando qualquer material de registro de assistência do ocidente para Hitler.
Os Rothschilds dão um gigante passo rumo ao seu alvo de dominação global quando a segunda “Liga das Nações” é criada, chamada agora de Organização das Nações Unidas(ONU).
Ano 1948: Na primavera desse ano, os Rothschilds pagam propina ao presidente Harry Truman (33o presidente dos EUA entre 1945 a 1953) para reconhecer Israel (um território sionista possuído por Roithschild e não Judaico) como um Estado soberano, dando-lhe 2 milhões de
dólares para ele em sua campanha.
Eles então declaram Israel um estado Judeu soberano na Palestina e dentro de meia hora o presidente Truman declarou que os EUA é a primeira nação a reconhecer tal ato.
A bandeira de Israel é então revelada. Apesar de tremenda oposição, o emblema na bandeira é uma versão azul do hexagrama vermelho ou sinal vermelho dos Rothschilds.
Isto irrita muitos Judeus, os quais imaginam este hexagrama foi usado em religiões misteriosas da antiguidade como o símbolo de Moloque (descrito como um demônio de sacrifício e é também interessantemente o nome da pedra da coruja que a elite adora noBohemian Grove), e Astaroth, (descrito como o senhor do tesouro do inferno).
O hexagrama era também usado para representar Saturno, o qual tem sido identificado como o nome esotérico para “Satanás”. Isto indica que  qualquer um morto em nome de Israel é na verdade um sacrifício para Satanás. Estes Judeus acreditam a Menorah, o mais antigo símbolo Judaico deveria ser usado e apontaram que o hexagrama não era símbolo judaico, mas claro como os sionistas Rothschilds usaram ele no finalaponta para a sua dinastia, significando sionista, bandeira de Israel.
Nas primeiras horas de 19 de Abril, 132 Judeus terroristas do grupo Irgun, liderados pelo futuro primeiro ministro Menachem Begin, e o grupo Stern, liderados pelo futuro primeiro ministro de Israel Yitzak Shamir, brutalmente massacram 200 homens, mulheres e crianças enquanto eles dormiam pacificamente na vila árabe de Deir Yassin.
Logo após a ONU transferir a Palestina para um estado independente Judeu e um Estado independente árabe em 15 de Maio, os israelitas lançam um assalto militar nos árabes usando caminhões com alto falantes anunciando que se não fugissem imediatamente seriam massacrados.
800.000 árabes com a memória recente do ataque de Deir Yassin, fugiram em pânico. Eles pediram por ajuda aos estados árabes vizinhos mas aqueles estados não queriam se envolver pois nada tinham em comum com os israelitas. Depois desse evento, os judeus controlavam 78% da Palestina como oposto aos 57% que tinha sido dado a eles ilegalmente pelas Nações Unidas.
Os Palestinos, muitos deles Cristãos, nunca foram pagos em compensação pelas suas casas tomadas, propriedades e negócios subtraídos deles durante esse assalto judaico ilegal, e estas pessoas acabaram em cidades refúgios vivendo em tendas. Adicionalmente, ao menos metade dos Palestinos em sua pressa para fugir, deixaram suas certidões de nascimento para trás. O estado de Israel então aprovou uma lei que apenas aqueles que poderiam provar cidadania eram permitidos retornar para Israel, assim significando que esses 400.000 Palestinos não poderiam retornar e perderam toda sua propriedade que eles tinham deixado lá.
O judeu Ashkenazi, David Ben-Gurion, um dos pais fundadores de Israel e seu primeiro prime ministro, descreve os objetivos sionistas em seu diário (21 de Maio de 1948) como segue:
“O calcanhar de Aquiles da coalisão árabe é o Líbano. A supremacia muçulmana nesse país é artificial e pode facilmente ser derrubada. Um estado Cristão pode ser organizado lá, com sua fronteira do sul no rio Litani. Nós assinaríamos um tratado de aliança com este estado. Assim quando nós quebrarmos a força da legião árabe e bombardeamos Aman, nós poderemos limpar a Trans-Jordânia, depois que a Síria cairE se o Egito ainda for bravo o suficiente para guerrear conosco, nós iremos bombardear Port Said, Alexandria e Cairo. Nós devemos assim acabar a guerra e teriamo pago ao Egito, Assíria e Caldéia em memória de nossos ancestrais.”
Ano 1949: Em 1 de Outubro Mao Tse Tung declara a fundação da República Popular da China em Tiananmen Square, Beijing. Ele é financiado pelos Rothschilds para criar o comunismo na Rússia e também os seguintes agentes dos Rothschilds: Solomon Adler, ex-secretário do tesouro dos EUA que era um espião soviético; Israel Epstein, o filho de um bolchevista judeu aprisionado pelo Czar na Rússia por tentar fomentar uma revolução lá; e Frank Coe, um diretor do FMI dos Rothschilds.
Ano 1951: Em 1 de Abril a Agência de Inteligência Israelense, o Mossad, o qual iriaaterrorizar o mundo, é formado. Os objetivos e crenças do Mossad é provavelmente os mais nojentos de todos os serviços secretos do mundo, ele é:
Pelo caminho do engano, tu deverá fazer guerra
Ano 1963: Em 4 de Junho o presidente John F. Kennedy (o 35o presidente dos EUA) assina a ordem executiva 11110, a qual retorna ao governo dos EUA o poder de emitir moeda, sem que use o banco de propriedade dos Rothschilds, o FED.
Menos de 6 meses depois em 22 de Novembro, o presidente Kennedy é assassinado pelos Rothschilds pela mesma razão que eles assassinaram o presidente Abraão Lincoln em 1865, ele procurou imprimir dinheiro americano para o povo americano, opondo-se ao benefício do poder do dinheiro nas mãos da elite estrangeira.
Esta ordem executiva 11110, é revogada pelo presidente Lyndon Baines Johnson (o 36º presidente dos EUA) dentro do avião Air Force One de Dallas para Washington, o mesmo dia que o presidente Kennedy foi assassinado.
Uma outra e provavelmente a primária razão pelo assassinato de Kennedy, é contudo o fato que ele deixou muito claro ao Primeiro Ministro de Israel, David Ben-Gurion, que sob nenhuma circunstância ele iria concordar com Israel tornar-se um estado nuclear. O jornal israelense Haaretz em 5 de Fevereiro de 1999, em um review do livro de Avner Cohen, “Israel e a Bomba”, declara:
“O assassinato do presidente americano John F. Kennedy, trouxe um abrupto final a massiva pressão aplicada pelos EUA no governo de Israel, para descontinuar o programa nuclear…O livro implica que, tivesse Kennedy permanecido vivo, é duvidoso que Israel pudesse ter hoje uma opção nuclear.”
Ano 1965: Israel obtém ilegalmente urânio enriquecido de NUMEC (Nuclear Materials and Equipment Corporation).
Ano 1976: O Judeu Ashkenazi, Harold Rosenthal, colaborador do judeu ashkenazi, senador Jacob Javits, declarou:
“Muitos judeus não gostam de admitir, mas nosso deus é Lúcifer.”
Ano 1980: O fenômeno global da privatização começa. Os Rothschilds estão por trás disto desde o início de modo a acertar o controle de todo o patrimônio público e privado mundialmente.
Ano 1985: Eustace Mullins publica “Quem possui as redes de TV”, no qual livro ele revela que os Rothschilds tem o controle de todas as 3 maiores Redes de TV dos EUA, as quais são: NBCCBS e ABC.
Ano 1987: Edmond de Rothschild cria o Banco da Conservação Mundial, o qual é designado para transferir débitos dos países do terceiro mundo para este banco e em troca, os tais países dariam terras para o banco. Isto foi projetado para dar aos Rothschilds o controle do terceiro mundo, o qual representa 30% da superfícia da terra.
Ano 1995: O cientista de energia atômica aposentado, Dr. Kitty Little, alega que os Rothschilds agora controlam 80% das fontes de urânio do mundo dando a eles o monopólio sobre o poder nuclear.
Ano 1998: O Banco Central Europeu(BCE) é organizado em Frankfurt, a cidade de onde os Rothschilds originaram-se.
É por este motivo que atualmente vemos na internet diversos sites debatendo sobre sionismo, estamos falando sobre dominação global por parte de uma dinastia de criminosos, que já mataram milhões ou bilhões de pessoas em todo o planeta através da usura, assassinatos e guerras! Não é por acaso que devido ao estrago causado por estes falsos judeus, os verdadeiros judeus estejam se manisfetando nos EUA repudiando a existência de Israel.
E então tudo começa a ficar mais claro na mente de cada leitor deste artigo. Resta que a consciência coletiva continue aumentando, que a verdade sobre a história e dos fatos seja amplamente divulgada pela internet, só assim poderemos impedir que a tão desejada 3ª Guerra Mundial dos Rothschild seja concretizada.

http://caminhoalternativo.wordpress.com/2013/09/02/hungria-ordena-que-o-fmi-dos-rothschild-desocupem-o-pais-agora-a-emissao-de-moeda-e-livre-de-dividas/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!